Resenha: O Segredo Dos Corpos


por Jéssica Roriz

Em suas pouco menos de 300 páginas, “O Segredo dos Corpos” - outra publicação impecável lançada através do Selo “Crime Scenes”, da Darkside Books - foi capaz de me levar de volta à uma daquelas salas abafadas com um forte cheiro de formol na qual passei algumas tardes interessantes em Feiras de Ciência na época da escola, onde crianças como eu tinham a chance de ver, pela primeira vez, como um corpo humano se parece por dentro. 

No livro, somos apresentados ao jovem Vincent Di Maio, um garotinho com interesses um tanto esquisitos, mas bastante decidido quanto ao seu futuro: Iria ser médico. Ao decidir seguir os passos do pai, o famoso patologista forense Dominik Di Maio, a ascensão de Vincent na carreira escolhida acaba por vezes se misturando aos avanços da patologia nos Estados Unidos e até mesmo à própria história do país, de modo que se torna quase impossível identificar onde começa uma coisa e termina a outra.

Vincent, que herdou do pai o senso apurado de justiça, logo entende a responsabilidade enorme do seu trabalho e faz questão de afirmar e reafirmar, quantas vezes forem necessário, que a história que seus pacientes lhe contam numa sala silenciosa de um morgue enquanto realiza o seu trabalho, é a única verdade que interessa para ele, mesmo que não agrade à todos. 

E quase sempre, não agrada.


Em cada um dos dez capítulos, Vincent nos conta um pouco sobre alguns de seus casos mais famosos e também mais controversos. O modo como a bala que matou o jovem Trayvon Martin em 2007, e a estranha explosão de um Dodge Dart Branco, que podia ou não ter vitimado H. Rap Brown, famoso militante negro que havia prometido queimar o país algum tempo antes, ainda na década de 70 - se separam por mais de 40 anos, mas ambas trouxeram a tona todo o peso do racismo no país, pauta que os acontecimentos recentes mostram que, tantos anos depois, ainda se faz extremamente necessária.

E as coincidências não param por aí, como mostram os casos de Martha Woods e Genene Jones, uma mãe suburbana e uma enfermeira licenciada que nada tinham em comum, exceto o fato de que, cada uma em sua época, ambas deixaram um enorme e sombrio rastro de crianças que simplesmente morriam sob seus cuidados, como o pequenino Paul Woods, filho adotivo de Martha, e a alegre Chelsea McClellan, que fora paciente da enfermeira Jones, cujas respectivas necropsia e exumação foram imprescindíveis não somente para salvar a vida de outras possíveis vítimas, uma vez que suas assassinas foram enfim condenadas, mas também trouxeram significativos avanços quanto a subnotificação de mortes por SMSI - Síndrome da Morte Súbita Infantil.



Mas dois dos capítulos mais instigantes do livro são, com certeza, o quinto, que fala da exumação do corpo de Lee Harvey Oswald - que enterrou de vez a teoria de conspiração maluca que afirmava que o corpo no caixão não pertencia à Oswald, mas sim à um duplo treinado pela KGB que teria assumido sua identidade e assassinado o então presidente Kennedy -, na qual a equipe legista usou registros dentários para re-identificar o corpo do atirador, quase 20 anos depois de ter sido enterrado em uma rápida e discreta cerimônia; e o décimo, no qual Di Maio, especialista em ferimentos de arma de fogo, se utiliza da experiência obtida em quase cinco décadas de trabalho para opinar profissionalmente sobre as novas teorias que surgiram enquanto os biógrafos Steven Naifeh e Gregory White Smith esmiuçavam a vida repleta de mistério do mais célebre xará do patologista, o famoso pintor holandês Vincent Van Gogh, o que acabaria resultando em surpreendentes possibilidades, bem menos poéticas ou filosóficas do que as já conhecidas.

Por sorte, Di Maio já havia adiantado que as histórias que corpos têm para contar nem sempre são as histórias que queremos escutar, de modo que ‘O Segredo dos Corpos’ pode até ser uma viagem menos glamourosa pelo funesto mundo da patologia forense, tão abordado em séries, filmes e livros aclamados na cultura pop, mas acaba sendo, de muitas formas, ainda mais interessante, o que faz desse um título imperdível para qualquer um que se interesse pelo assunto.

Título: O Segredo dos Corpos
Autor: Vincent Di Maio e Ron Franscell
Editora: Darkside Books
Ano: 2017
Páginas: 288
Nota: 5/5









Nenhum comentário: